Página Inicial
Cadastre-se

Receba nossas novidades em seu e-mail:

Notícias

Ventilação cruzada, você sabe o que é?

15/04/2014 Mesmo que a janela esteja aberta, o ideal é que o sol esteja sendo controlado e o vento fluindo para o interior dos ambientes.

Ventilação cruzada, você sabe o que é?

Ventilação cruzada, você sabe o que é?

Para ilustrar rapidamente! Sabe quando você está andando de carro com uma janela aberta apenas e parece que o interior do carro ainda está quente? Ao abrir outra janela, você sente o vento entrando de verdade. Isso é ventilação cruzada, pois quando você está com apenas uma janela aberta por mais velocidade que o ar tente entrar, ele não consegue.


O motivo é que o interior do seu carro já está cheio de ar “velho’’. Para que o ar novo entre, é preciso que o ar de dentro saia. Porém, a única janela aberta é justamente a abertura que está empurrando o ar para dentro. É a mesma situação quando chega o metrô e todos querem sair e entrar pela mesma porta.


Quem está dentro empurra para fora e quem está fora empurra para dentro. Ou seja, cria-se uma barreira, quem está fora não consegue entrar e quem está dentro não consegue sair. A ventilação cruzada é quando existem pelo menos duas aberturas: uma para entrar e outra para sair. Simples, né?


Você já esteve em um ambiente abafado mesmo com todas as portas e janelas abertas e quando sai sente aquele vento gostoso?


Então, se o mesmo vento que está lá fora entrar para dentro da casa, com certeza o ambiente se tornará mais agradável.


Agora, entra a necessidade de conhecer os posicionamentos dos pontos cardeais e qual a influência têm na sua região

.
Por exemplo, de que lado vem a maior concentração de ventos ou ventos predominantes? Que horário geralmente isso acontece?


Mostrarei como funciona com o exemplo da cidade de São José dos Campos.


 VENTILAÇÃO CRUZADA

Na previsão, o modelo coloca a maior frequência de ocorrência de ventos de NE e ENE (30%) previstos na madrugada e manhã.
E de SW e SSW (23%) à tarde e à noite.
VENTILAÇÃO CRUZADA
Inserindo essa previsão na rosa dos ventos, saberemos exatamente de onde vem a maior quantidade de ventos. Para ilustrar melhor, peguei  essa planta:

VENTILAÇÃO CRUZADA

Quero os ambientes mais utilizados virados para face norte.
 VENTILAÇÃO CRUZADA

 

Para ilustrar melhor, veja este exemplo:

Em São José dos Campos, o clima é tropical de altitude, e a temperatura varia entre 18°C e 26°C. Ou seja, não faz muito calor e nem muito frio.
Neste caso, nenhuma janela está direcionada para o nascente e nem para o poente. Os cômodos mais habitados estão direcionados ao norte, ou seja, a sala e o quarto dos filhos (que geralmente passam mais tempo nos quartos do que os pais). A cozinha está recebendo insolação indireta, porque foi projetada com estilo americana, não existindo uma parede obstruindo a radiação solar que entra pela janela da sala.

O mais interessante é que as paredes que recebem o maior índice de radiação solar também recebem a maior quantidade de ventilação.

JANELAS

No caso, a maior ventilação acontece na sala e na cozinha no período da manhã e no quarto do casal à tarde e de noite.
O cômodo menos privilegiado é o quarto x que recebe muita radiação solar e pouca ventilação. Provavelmente no verão, eu não gostaria de dormir ali!


Para mim, a distribuição dos cômodos e a posição das janelas atendem muito bem aos padrões aceitáveis de conforto térmico.


Agora se pegarmos o mesmo projeto e levarmos para Palmas-TO, onde o clima chega normalmente aos 39ºC e se posicionássemos de forma idêntica, teríamos muitos problemas de superaquecimento nos ambientes com certeza.

JANELAS
  
Em Palmas- TO, a direção predominante do vento é muito diferente de São José dos Campos.


Nesse caso, além do posicionamento errado dos cômodos, a janela que receberá os ventos é muito pequena para captar e distribuir uma boa quantidade de ventilação dentro do ambiente.
Existe ainda outra questão. Para o vento entrar, as janelas precisam estar abertas, parece obvio? Mas não é! Isso porque muitas soluções encontradas para barrar o sol ou a chuva apenas são efetivas se a janela estiver fechada. Não é verdade?


Por exemplo, supomos que você resolveu aplicar película de controle solar no vidro de sua janela ou trocou o vidro antigo por um vidro de controle solar, mas sua janela tem abertura com sistema de correr.


Quando estiver fechada, estará protegendo e impedindo a entrada exagerada de calor no ambiente. Se for aberta para entrar vento, consequentemente, deixará entrar também o calor solar.

VENTILAÇÃO CRUZADA
 
E se o sol estiver muito forte?

VENTILAÇÃO CRUZADA
Super Dica: para que um sistema seja efetivo é necessário que; mesmo que a janela esteja aberta, o ideal é que o sol esteja sendo controlado e o vento fluindo para o interior dos ambientes.
Sabe como?

Essa técnica é conhecida como sombreamento e pode ser adquirida por diversos meios (beirais, estores, persianas externas, venezianas, brises, toldos, coberturas, entre outros).
E o mais interessante é conseguir manter o ambiente ventilando (janela aberta) e simultaneamente a entrada do espectro solar sendo controlado.

No Japão, é muito comum usar cortinas vivas:
 

VENTILAÇÃO CRUZADA

No verão, o legal é que essas plantas do tipo trepadeiras são plantadas em vasos e estruturadas por telas ou arames. Depois da estação, as plantas morrem e são retiradas.
VENTILAÇÃO CRUZADA
Toldos:

VENTILAÇÃO CRUZADA

Paletas metálicas  (brises com paletas orientáveis):

VENTILAÇÃO CRUZADA

Brises fixos (madeira, metais, PVC)

VENTILAÇÃO CRUZADA
 
Coberturas de vidro de controle solar:

VENTILAÇÃO CRUZADA

Brise ou paletas em vidro:
 VENTILAÇÃO CRUZADA

Quando o projeto nasce com a ideia de construir uma habitação com características confortáveis termicamente é muito mais fácil e mais barato, porque nada será adaptado ou reformado.

Mesmo quando sua residência não foi pensada para essa finalidade, também é possível fazer algo para diminuir o calorão das habitações. Seja com as alterações do vidro da própria janela ou anexando outros elementos de sombreamento.


No caso dos apartamentos, fica mais limitada, porque não podemos fazer melhorias estruturais e nem alterar a característica original da fachada. Mesmo assim, é possível contornar o desconforto principalmente com o uso de vidros de controle solar neutros (praticamente incolor e de baixa reflexão).


Espero que tenha sido útil para você! Se precisar tirar mais alguma dúvida, com certeza temos aqui mesmo arquivado em nosso site outras matérias que te deixarão melhor informado sobre janelas, ventilação cruzada ou outros produtos derivados do vidro.
É só digitar o assunto do seu interesse em nosso buscador.
Ou se preferir faça um comentário que logo entraremos em contato!
 

Obrigado!
 


 

 


Voltar

© 2019 Setor Vidreiro - Todos os direitos reservados