Página Inicial
Cadastre-se

Receba nossas novidades em seu e-mail:

O que você Procura?

Tomatinho Podre

10/05/2012

Tomatinho Podre

 

Dias atrás participávamos de uma reunião produzida por um sindicato do ramo e discutíamos sobre melhorias para nossa região.
Estavam reunidos, vidraceiros, temperadores, distribuidores de alumínio, fabricante de ferragens.
Após 2 dias de muita conversa , troca de experiências e aprendizado.
Íamos para os finalmentes,quando faltava menos de 2 horas para encerrar o nosso encontro,entra um cidadão ‘’antigo no vidro’’ e merecedor de respeito.
Eu estava com meu irmão que nada sabe de vidro, mas eu tinha levado para que  pudesse sentir o clima,conhecer o pessoal e se interar da dinâmica da coisa.
Fomos para o ultimo café do evento, e o cidadão que chegou atrasado por não conhecer meu irmão perguntou: quem é você? Meu irmão educadamente se apresentou.
Ele acho que incomodado com alguma coisa, perguntou trabalhou com vidro 
Antes?

                                                                                                                         

                                                                                                                                                                             Meu irmão respondeu que não, mas que estava ali justamente para aprender sobre o ramo.
Então o cidadão com raiva no olhar exclamou: ó, quer um conselho? Fica onde você esta mesmo!  Neste mercado só tem picareta!
O clima era de festa, e acho que essa foi a sorte dele, pois ele generalizou e chamou todos presentes ali de picareta.
Rapidamente alguém já mudou o assunto e tudo acabou bem.
Eu honestamente fiquei incomodado com atitude dele,e fiquei pensando, será que ele estava passando por um mau momento? Ou pode ser que se irritou por perceber no meu irmão um potencial concorrente, Não sei, mas a atitude dele foi muito infeliz.
Depois do acontecimento comecei a prestar mais atenção e observar que a vidraçaria dele parece não ser pintada a anos, é escura,com iluminação muito ruim,lâmpadas queimadas,e o mostruário dava a impressão de ser muito antigo.
Então comecei a entender que aquele senhor parou no tempo, não evoluiu.
Não percebeu que o mercado tem se modificado, e só pelo fato dele ter chegado faltando 2 horas para acabar um evento de 20 horas, já demonstra um desinteresse enorme. 


Digo que este evento deu frutos e até hoje tenho colhido, e ao contrario do que acha o tal cidadão, tem muita gente séria trabalhando no setor.
Homens e mulheres que tem assumido a responsabilidade que talvez nem seja deles!
Pessoas que não se acomodaram e não aceitam serem esmagado pelos contratempos do
Mercado, pessoas que em meio a tantas tempestades tem tirado água de pedra.
É lindo saber que não é só dinheiro, não somos crianças ingênuas para pensar que todo mundo é bonzinho.
Mas o que quero exaltar é que o dinheiro não paga tudo que é feito quando se promove um evento ou qualquer outra coisa do gênero.
Sei que de fato no ramo tem muito picareta, mas qual ramo não tem?
E como em todo ramo ou profissão sempre vão existir os caras bem sucedidos e os maus sucedidos, sempre existira o cara que da o produto a preço de banana como existe também o cara que cobra caro e ganha dinheiro com suas novidades e qualidades.
    Do mesmo jeito que tem muito picareta no vidro, arrisco a dizer que a maioria é gente séria e trabalhadora.
E mais ainda digo que a maioria taxada como picareta nem tem a picaretagem no sangue, apenas é mal instruído e da duro todo dia mas infelizmente não sabe lidar com as contas não sabe administrar seu negócio  e acaba com essa fama.
Voltando ao assunto do cara desanimado, depois que saímos do encontro, meu irmão comentou que aquele cara não estava com nada, ele disse assim:
’’esse cara ai ta viajando ‘’ 
Lembra que tudo se resume nas pessoas, sonhos e sentimentos.
Será que este cidadão empolga o cliente, passa confiança, apresenta novidades? Tem empolgado sua equipe esta empolgado com seu negócio? É claro que não!
Como ganhar dinheiro e ser bem sucedido num mercado inovador sendo um cara para baixo, desanimado, normal.
Resumindo, não vamos nos deixar abater por comentários maldosos e desanimadores.
De uma olhada ao redor e perceba o quanto promissor é e será por bastante tempo nosso ramo Vidreiro.
A pergunta que temos que nos fazer é: estamos preparados? Estamos olhando para o horizonte a procura de oportunidades?
Eu me lembro de um dia ter ido realizar um trabalho no litoral e minha esposa pediu para que eu trouxesse pedras para enfeitar nosso aquário.
Na hora do almoço atravessei a rua e fui dar uma olhada e logo tive a impressão de não ter nada interessante ali.
Mas chegando mais perto e observando melhor, consegui avistar alem de lindas pedrinhas outras coisas que eu não estava procurando e em pouquíssimo tempo recolhi uma diversidade enorme de itens para ornamentar nosso aquário e isso que acontece quando se presta atenção, quando vai olhando para o chão em quanto se caminha. 
Assisti ao filme “o dinheiro nunca dorme” onde para desvalorizar uma empresa, o grupo interessado em comprá-la espalhava mentiras no mercado para que as ações  desvalorizassem e numa atitude desesperada fosse vendida  por uma mixaria.
Digo que o ideal é ficarem próximas de pessoas positivas, pessoas negativas além de trazerem para si doenças, transmitem para os outros também.
Não aceite que um ou dois tomates podres, apodreçam sua linda plantação, lembra-se do início de sua carreira quando tudo era empolgação e certeza.
Por vezes somos obrigados a reinventar, reorganizar, renascer!

   

Faça seu Comentário
Voltar

© 2019 Setor Vidreiro - Todos os direitos reservados