Colagem de Envidraçamento de Sacadas sem Roldanas

Uma das maiores dúvidas relacionadas ao envidraçamento de sacadas é sobre a colagem dos leitos nos vidros.

A colagem de envidraçamento de sacadas tem vários segredinhos simples, mas que se mal feitos podem comprometer a qualidade do seu trabalho, gerando problemas imediatos como dificuldade na regulagem e até impossibilidade de montagem e problemas posteriores, como vazamentos devido a regulagem inadequada dos painéis e até os mais graves, como a descolagem das peças. Como o sistema é colado, quando o adesivo solta, o vidro cai!!

Neste vídeo vamos falar especificamente sobre os 3 fundamentos de uma colagem adequada de um envidraçamento de sacadas sem roldanas.



Primeiro passo - Higienização dos perfis e dos leitos


A higienização, no mínimo, deve ser realizada em duas etapas. De que adianta usar o melhor adesivo se não higienizar corretamente vidros e perfis?

  • A primeira é a limpeza bruta (que retira poeira, etiquetas, cantoneiras, separadores e colas). Neste caso, a região onde será aplicado o selante precisa ficar totalmente higienizado, sem impurezas como poeiras e afins.

  • Já a segunda higienização ou desengraxe, é feita com álcool isopropílico.

  • Por falta de conhecimento, a maiora dos vdraceiros não realizam o procedimento de higienização (passo 1) e desengraxe (passo 2) também nos perfis leitos.


Segundo passo - Uso do adesivo/ selante adequado


Todo santo dia tem vidraceiro perguntando se pode colar leito com fixa espelho, com silicone neutro, e com tantos outros materiais, porque o adesivo adequado está caro ou não é fácil de encontrar em sua região. Só que um detalhe importantíssimo é que existem produtos diferentes, composições diferentes e aplicações diferentes. E nessa, o mais barato pode acabar saindo caro. Confira aqui outro vídeo que gravamos sobre esse assunto.


Por exemplo, é comum confundir silicones, PU e MS. Por isso, assista ao vídeo desse post e veja mais detalhes.


Também é válido ressaltar a diferença entre os adesivos e os selantes.


Adesivos (muita resistência, sem muita elasticidade)

  • Poder de segurar e colar

  • Alta resistência ao cisalhamento e à tensão (tenacidade)

  • Baixa elasticidade

Selantes (mais elasticidade, menos resistência)

  • Preenchimento de frestas

  • Alta flexibilidade e elasticidade


Também temos que ficar atentos aos vários materiais que estão sendo considerado como silicone, mas na verdade de silicone possuem bem pouco. E mesmo que seja silicone, devemos considerar que a composição dos produtos são diferentes.


Nesse vídeo eu uso um silicone neutro para vedar perfis e alvenaria, o Obra-Pro N203. E para fixar os perfis ao leito eu usei o Obra-Pro AP138, que é um polímero MS.


**Caso você não encontre esses produtos em seu distribuidor, visite o site da Alpatecnho e ligue, que eles darão um jeito de fazer os produtos chegarem até você.


Terceiro passo - Procedimentos indispensáveis


Observar como está sendo aplicado o adesivo

  • Adaptei o bico do adesivo que estou usando para que ficasse posicionado nas bordas superiores do leito, pois dessa forma o adesivo adere as laterais e vai para fundo, criando 3 pontos de fixação. Mas já vi muito vidraceiro aplicando o adesivo no fundo do leito ou apenas de um lado dele!!

  • Armazenar corretamente e aguardar o tempo ideal para a cura do selante.


Espero que você tenha gostado! Até o próximo vídeo.

logo circular fundo branco 1.png

Contate-nos

(12) 3958-2063

Dúvidas? Escreva para nós clicando aqui ou nos envie um e-mail.

O Setor Vidreiro visa fortalecer a expansão do mercado vidreiro através do conhecimento.

  • facebook branco
  • youtube branco
  • insta branco_edited

© 2019 por SETOR VIDREIRO. Todos os direitos reservados.