Como o vidro reduz ou aumenta o gasto com ar condicionado



Pessoal, ontem um membro do Grupo de WhatsApp “De olho nas normas", levantou uma questão absurda, mas que deve estar acontecendo no dia a dia de muitos profissionais vidraceiros. Ele relatou que são os clientes que estão dando o preço no serviço dele, com o argumento de que vidro é tudo igual!


Pergunta: será que não somos nós mesmos que estamos passando essa ideia para nossos clientes? Será que de fato, conhecemos e sabemos argumentar as verdadeiras diferenças e benefícios dos vidros que revendemos?


Pensando nisso, fiz um vídeo bem curto (7 minutos), onde demostro uma tabela com argumentos técnicos que te ajudarão a vender vidros refletivos com valor agregado. Espero estar contribuindo!


#TAMUJUNTO#


No Brasil já existe uma crescente procura do consumidor por empreendimentos inteligentes, que se destacam pela:

  • Estética;

  • Auto desempenho e baixa necessidade de manutenção;

  • Economia de energia;

  • Conforto térmico e acústico;

  • Bem-estar e segurança.


E dentro desse contexto, o vidro de controle solar é um dos mais importantes agentes usados para agregar benefícios as modernas edificações. Com uma redução de até 80% da passagem do calor para o interior do ambiente, o vidro de controle solar resulta em um excelente isolamento térmico, além de reduzir o consumo de energia elétrica e de ar-condicionado, cujos representam mais da metade do consumo de energia em edifícios comerciais.


A partir do momento em que esse consumo é diminuído, surgem diversas vantagens econômicas, sociais e ambientais, tais como:

  • Diminuição dos custos operacionais da edificação;

  • Valorização do imóvel para revenda ou arrendamento;

  • Uso racional e redução da extração dos recursos naturais.

  • No momento que substituímos as paredes de alvenaria por vidros adequados, amplia-se a visão interna e externa dos ambientes, gerando benefícios como:

  • Inclusão social e aumento do senso de comunidade;

  • Aumento da produtividade dos funcionários;

  • Melhora na recuperação dos pacientes em hospitais;

  • Melhora no desempenho dos alunos nas escolas;

  • Aumento da satisfação e bem-estar dos usuários;

  • Aumento da retenção de usuários ou clientes.


Hoje, as construções brasileiras de todos os portes já podem usufruir dos benefícios do vidro de controle solar, tanto para grandes edificações comerciais como os vidros da linha SunGuard. Os critérios para a especificação desses vidros podem ser baseados na grande variedade de cores e aparências (clear, verde, azul, prata, cinza e bronze) e milhas de desempenho.


É fácil entender que quando um vidro de controle solar é bem especificado na edificação isso também pode gerar pontos LEED para o seu projeto (GBC Brasil - Green Building Council Brasil).


A linha Guardian Residência, voltada especialmente para o uso residencial, oferece seis opções de produtos com diferentes desempenhos, cores, tamanhos e espessuras. O mais interessante é que o processamento dos vidros de controle solar da Guardian são ilimitados, ou seja, os processamentos realizados em vidros comuns incolores também podem ser realizados nos vidros de controle solar da Guardian.


De fato, o vidro de controle solar agrega vários benefícios. Mas agora temos que responder a seguinte pergunta: como é possível medir o desempenho desses vidros nas edificações?


Para isso, vamos abordar 4 critérios que te ajudarão a entender esse tipo de vidro e sua eficiência:


  1. FATOR SOLAR (FS);

  2. TRANSMISSÃO LUMINOSA (TL);

  3. REFLEXÃO LUMINOSA EXTERNA;

  4. REFLEXÃO LUMINOSA INTERNA.


Fator solar (FS) - É a parcela de energia solar transmitida diretamente somada à parcela de energia solar absorvida pelo vidro e retransmitida para dentro do ambiente. Portanto, fator solar é a quantidade total de calor que atravessa o vidro. Quanto menor o FS, menor o ganho de calor. Este conceito é conhecido também como Coeficiente de Ganho de Calor Solar, ou SHGC (Solar Heat Gain Coefficient), na sigla em inglês.


Transmissão luminosa (TL) - É o percentual de luz visível (de 380 a 780 nanômetros) transmitida através do vidro. A luz visível é a única porção do espectro solar visível ao olho humano, e é dividida em interna e externa.


Reflexão luminosa - É o efeito que torna os vidros mais ou menos refletivos/espelhados.


Veja a tabela abaixo:


Conforme os dados acima, podemos verificar que:


  • O vidro Residense - Neutral Base Incolor reduz 47% de calor se comparado com um vidro incolor;

  • O Residense - Silver 32 Base Verde reduz 60% de calor se comparado com um vidro incolor;

  • Já o Sungard Solar - Neutral 14 On Clear reduz 73% de calor se comparado com um vidro incolor.

No vídeo falamos desses critérios detalhadamente. Por isso não deixe de assistir!


Espero que com esse comparativo você tenha entendido que existe inúmeros fatores que devem ser considerados ao especificar o vidro para cada edificação, região do nosso país e claro, para cada necessidade.


Até o próximo vídeo!

logo circular fundo branco 1.png

Contate-nos

(12) 3958-2063

Dúvidas? Escreva para nós clicando aqui ou nos envie um e-mail.

O Setor Vidreiro visa contribuir e fortalecer a expansão do mercado vidreiro através do conhecimento.

  • facebook branco
  • youtube branco
  • insta branco_edited

© 2019 por SETOR VIDREIRO. Todos os direitos reservados.