Super dicas sobre beneficiamentos de arestas e borda em espelhos

O melhor de tudo isso é que, além de eliminar a parte cortante, esse beneficiamento agrega mais beleza ao espelho.


Post da "Série Especial: Beneficiamento de Espelhos"


Nesse post, diferente dos anteriores, irei abordar de uma só vez os beneficiamentos realizados em duas partes do espelho: as arestas e a borda do espelho. Vamos iniciar com o beneficiamento de aresta.



FILETE


O beneficiamento das arestas torna o espelho mais seguro e não cortante. O melhor de tudo isso é que, além da questão funcional (eliminar a parte cortante do objeto), esse beneficiamento agrega mais beleza espelho.

Sempre que o espelho é cortado, as finas arestas se tornam tão afiadas como uma navalha.


Antes de ser executado qualquer procedimento nessa parte do espelho, denominamos o contorno da peça com arestas cortantes como ‘’corte limpo’’. O procedimento mais simples a ser realizado para eliminar essa aresta cortante é chamado de filete ou ‘’filetar as arestas’’. Ele elimina a probabilidade de cortes no manuseio, mas conserva a característica defeituosa resultante da ‘’quebra’’ do espelho no momento do corte.



As arestas dos espelhos também apresentam diferenças.

A aresta do lado pintado requer mais cuidados em relação à que não contém pintura e prata. Quando o espelho é cortado e beneficiado na empresa, a pintura localizada na aresta do espelho fica exposta ao ataque de produtos químicos. Por isso, a maioria dos casos de oxidação em espelhos acontece nas bordas.



Apesar de ser invisível, há um recursos que restaura a proteção original do espelho após o beneficiamento. A simples aplicação de um produto especial - composto à base de elastômeros de alto desempenho - protege as arestas e bordas do espelho e evita o ataque químico que oxida a prata do seu espelho.



São aplicados procedimentos nas bordas do espelho, para que o vidro se torne mais seguro (não cortante).




LAPIDAÇÃO

Ou seja: basicamente o beneficiamento de arestas realizados por meio de filete ou lixamento para retirar o corte do espelho tem a função apenas de tornar o espelho mais confortável para manipulação.


Tendo em vista que essa técnica por si só não é capaz de dar um acabamento com boa aparência estética, é mais utilizada em espelhos que não terão suas extremidades (bordas) expostas, como por exemplo os espelhos emoldurados.


É importante enfatizar que mesmo que o espelho seja cortado por máquinas modernas, sempre ficará algumas imperfeições. Para eliminar esses defeitos é necessário realizar um acabamento mais elaborado, que abrange as arestas e as bordas.

Essa técnica é chamada de lapidação.


Geralmente, toda a lapidação vem acompanhada da filetagem e pode ser realizada de duas maneiras: manualmente ou em lapidadoras manuais ou automáticas. Veja abaixo:



Lapidação sendo realizada na lapidadora copo


Lapidação sendo realizada manualmente com lixadeira de cinta




LAPIDAÇÃO E POLIMENTO


A lapidação elimina a forma grosseira e cortante da borda do espelho, dando a ela diferentes formas uniformes no contorno. Apesar de sua uniformidade, a borda somente lapidada ganha certa porosidade e a cor esbranquiçada. Para trazer o brilho cristalizado característico do vidro, é realizado o polimento.


Geralmente, os espelhos são fabricados nas espessuras de: 2, 3, 4, 5 e 6mm. Mesmo com a variedade de modeladores de bordas (rebolos), são três os modelos mais adequados devido às espessuras relativamente estreitas dos espelhos. Confira abaixo:


As lapidações retas e ½ cana são padronizadas. No entanto, o bisotê oferece variações de medidas. As espessuras dele variam entre 5, 10, 15, 20, 25 e 30mm. Contudo, existem algumas limitações quanto à espessura do espelho x largura desse acabamento. Isso porque quanto mais fino for a espessura do vidro, menor será a possibilidade de um bisotê mais largo.


Exemplo: em um espelho de 3mm de espessura é praticamente impossível beneficiar um bisotê de 30mm de largura. Por esse motivo, aconselhamos consultar o fornecedor da sua região para avaliar qual a disponibilidade do beneficiamento.



Enfim nos encaminhamos para a ultima parte dos espelho que pode ser beneficiada. Para mim é nessa parte que acontece as transformações mais interessantes. Acredito que depois de ler os dois últimos posts do "Série Especial: Beneficiamento de espelhos" concordará comigo!


Espero que tenha sido útil para você! Se precisar tirar mais alguma dúvida, procure na sessão de"Conteúdos para vidraceiros". Temos outras matérias que também te deixarão melhor informado sobre espelhos ou outros produtos derivados do vidro.


É só digitar o assunto do seu interesse em nosso buscador.


Obrigado e até a próxima!

logo circular fundo branco 1.png

Contate-nos

(12) 3958-2063

Dúvidas? Escreva para nós clicando aqui ou nos envie um e-mail.

O Setor Vidreiro visa contribuir e fortalecer a expansão do mercado vidreiro através do conhecimento.

  • facebook branco
  • youtube branco
  • insta branco_edited

© 2019 por SETOR VIDREIRO. Todos os direitos reservados.