Página Inicial
Cadastre-se

Receba nossas novidades em seu e-mail:

O que você Procura?

Como é feito o espelho?

13/05/2013

Como é feito o espelho?

Como é feito o espelho?

 

O espelho nasce de grandes chapas de vidro. Elas chegam nas fábricas com largura padronizada de 3 m e 21 cm. O comprimento pode variar.

Como elas são muito grandes, uma máquina faz a movimentação colocando a chapa na esteira. Aí, começa a fabricação do espelho.

Primeiro, o vidro passa por uma lavagem só com água para tirar os resíduos.

Em outras máquinas, há dezenas de escovas e esponjas circulares. A primeira provoca micro riscos, necessários para a aderência da prata no vidro. E a segunda faz uma limpeza profunda.

Depois, só se usa água desmineralizada, que quer dizer livre de sais minerais. Esse tipo de água evita acúmulo de impureza e atrito delas com o vidro.

Chegou a hora de preparar a superfície da chapa.

Primeiro, é usado o cloreto de estanho que serve para criar aderência na chapa. Funciona como

Como elas são muito grandes, uma máquina faz a movimentação colocando a chapa na esteira. Aí, começa a fabricação do espelho.

Primeiro, o vidro passa por uma lavagem só com água para tirar os resíduos.

Em outras máquinas, há dezenas de escovas e esponjas circulares. A primeira provoca micro riscos, necessários para a aderência da prata no vidro. E a segunda faz uma limpeza profunda.

Depois, só se usa água desmineralizada, que quer dizer livre de sais minerais. Esse tipo de água evita acúmulo de impureza e atrito delas com o vidro.

Chegou a hora de preparar a superfície da chapa.

Primeiro, é usado o cloreto de estanho que serve para criar aderência na chapa. Funciona como uma camada de cola inicial para que a prata possa se fixar no vidro depois.

Aí, é feita outra lavagem profunda.

Agora, é aplicada uma camada de cloreto de paládio para aumentar ainda mais a capacidade de aderência do vidro, como se fosse uma segunda camada de cola.

Após, é feita mais uma lavagem com água desmineralizada.

As lavagens são fundamentais porque os produtos químicos em contato com a prata podem manchar a peça.

Finalmente, chega a hora da aplicação da prata metálica, formada por reações químicas do nitrato de prata.

O processo é controlado por computador. Cada metro quadrado deve receber 900 miligramas do metal. É essa camada de prata metálica que faz do vidro um espelho.

Para proteção da prata é aplicada ainda uma solução com substâncias químicas.

O vidro passa por mais uma lavagem e vai para a secagem nessa máquina.

Qualquer pingo d'água pode comprometer o espelho.

Por isso, a secagem é feita com raios infravermelhos e temperatura de 80°C.

Chega o momento da primeira camada de tinta que é feita sobre a prata.

A tinta protege contra a corrosão.

Por garantia, o vidro ainda recebe uma segunda camada de tinta.

A cor não importa, é opção do fabricante.

Segundo o gerente de produção Antônio Carlos Aquati, os espelhos de melhor qualidade têm duas camadas de tinta porque numa delas pode ocorrer micro-poros que seriam pontos onde a corrosão, num banheiro, por exemplo, penetrariam no espelho.

 

A chapa seca no forno a gás com queimadores de raios infravermelhos e temperatura de 150°C.

Agora, é feito um resfriamento na peça.

Ela ainda vai receber outra camada de resina para garantir proteção total ao espelho.

Depois, mais um resfriamento, outra lavagem e o espelho está pronto.

 

 

Faça seu Comentário
Voltar

© 2019 Setor Vidreiro - Todos os direitos reservados